segunda-feira, 15 de maio de 2017

Populares queimam pênis de Homem acusado de estuprar menina de 4 anos

Segundo informações da polícia, o acusado foi torturado durante um dia na casa do casal.


Um casal foi preso acusado de ter queimado o pênis de um jovem, na terça-feira (28), no estado de Sokoto, na Nigéria. A vítima foi identificada pelas autoridades locais como Ahmad Ibrahim, de 17 anos. Os acusados, de ter cometido o #Crime foram identificados pela polícia como Atiku Yahaya e Farida Hamza, ambos foram presos em sua residência. Segundo informações, o jovem foi acusado de ter violentado sexualmente a filha do casal, uma criança de quatro anos..


Segundo informações repassadas pelo Corpo de Segurança e Defesa Civil da Nigéria (NSCDC), em uma entrevista para os meios de comunicação locais, a prisão do casal foi confirmada nesta quarta-feira (29).

“Eles alegaram que o adolescente tinha estuprado a sua filha de quatro anos. Então, eles pagaram para alguns meninos levarem a vítima até a casa dos acusados, em seguida, ele foi torturado severamente e queimaram seu órgão genital. Eles também o trancaram em um banheiro até o dia seguinte. A vítima foi levada, mais tarde, ao Hospital Especialista, Sokoto, onde ele está respondendo ao tratamento", disse o comandante Babangida Abdullahi.


Os suspeitos foram encaminhados para uma delegacia de polícia da cidade para prestar mais esclarecimentos sobre o caso. Conforme consta em seu depoimento, eles negaram todas as acusações. Após o depoimento foram encaminhados para um presídio onde ficará à disposição da Justiça.


De acordo com o comandante Babangida Abdullahi, o casal será acusado ​​em tribunal após a conclusão das investigações.

Segundo informações do pai da vítima, Abdullahi Ibrahim, que é professor na escola secundária da cidade, seu filho é inocente das acusações e pediu justiça. O pai da vítima também fez apelo semelhante ao Conselho Sultanato de Sokoto, grupos locais e internacionais de direitos humanos, entre outros. Ainda, de acordo com o pai do garoto, ele relatou que um dos acusados tinha lhe ameaçado de morte, caso ele procurasse as autoridades. Os suspeitos, no entanto, negaram as acusações em uma entrevista com os jornalistas locais. #Investigação Criminal #Casos de polícia

Via: br.blastingnews

Deixe seu Comentário