PM de SP fará compra inédita de armas importadas e Deputado Olímpio cobra solução para as Vítimas da Taurus - G.SHOW.PLAY

Breaking

terça-feira, 16 de maio de 2017

PM de SP fará compra inédita de armas importadas e Deputado Olímpio cobra solução para as Vítimas da Taurus


Diante das inúmeras acusações das possíveis “vítimas da Taurus”, e da grande acusação de “lobby” sobre o monopólio da fabricação nacional de armas no país, vários embates já foram travados na Câmara dos deputados e essas batalhas começam a mostrar seus resultados na prática.  

Em setembro de 2016, o deputado federal Major Olímpio (SD-SP), percussor da luta contra o que chama de "Monopólio da Morte",  ingressou com um pedido para abertura de uma CPI a fim de “investigar irregularidades na fabricação das armas de fogo da fabricante Taurus, principal equipamento destinado às forças de segurança pública em vários estados do país. Apesar do número mais que suficiente para a abertura da CPI com 202 assinaturas, esta foi Rejeitada pelo presidente da Câmara Rodrigo Maia com a justificativa hilária de que se tratava de de um fato genérico, sem abrangência Nacional.
Mesmo diante da derrota momentânea na CPI, o deputado que tem a fama de guerreiro, não desistiu e cobrou do Presidente da Câmara que cumpra sua obrigação e instale a CPI DAS ARMAS. É possível acompanhar inúmeros relatos e lutas do deputado pela causa, inclusive se tornando um grande aliado das “vítimas da Taurus”, pessoas que possuem um blog que relata a história de muitos agentes da segurança e suas famílias, vide em <vitimasdataurus.com>.

Major Olímpio é enfático nas suas cobranças: 
O que vale mais? A legislação ultrapassada que assegura a soberania de uma fabricante nacional de armas ou a integridade dos agentes públicos que garantem a segurança do nosso País? Entretanto um lobby inescrupuloso praticado por pessoas de índole duvidosa faz prevalecendo o monopólio vergonhoso que vemos.

Hoje, 16/05, em notícia veiculada pela Folha:
<www.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/05/1884320-policia-militar-de-sp-prepara-compra-inedita-de-armas-no-exterior.shtml?mobile>, destaca que a PM obteve a liberação do Exército para lançar disputa internacional, considerando que a empresa Taurus foi impedida de realizar contratos, após problemas em 6.000 submetralhadoras .40 que estão armazenadas, aguardando decisão da justiça.

Major Olimpio que também participou da comissão e dos testes que avaliou a compra das armas novamente foi enfático e ressalta seu alerta na época da compra:
"Das 12 pistolas avaliadas, a Taurus foi a pior delas. Um lixo. A melhor foi a Glock [austríaca], que custava U$ 800. Acabamos comprando a Taurus por US$ 1.400 sob a justificava de prestigiar a indústria nacional".

Em sua página oficial no Facebook o deputado comemorou a decisão do estado, se considerou vitorioso nessa luta e prometeu que a luta não acabou. 
Depois de tanta LUTA, começam as CONQUISTAS DO NOSSO TRABALHO!!! CHEGA DE LOBBY VERGONHOSO, CHEGA DE VÍTIMAS DA TAURUS! Nossa luta não vai parar...
A Taurus precisa assumir a responsabilidade por TANTAS VÍTIMAS!




Num acompanhamento do comparativo do testes das pistolas Taurus e das pistolas importadas é possível perceber que existe algo de errado e compreensível a indignação das vítimas e do deputado que luta pelas causas.


Procurada, a empresa Taurus não comentou os motivos que levaram a PMESP a impedir a participação na licitação e se diz alvo de uma campanha difamatória à fim de atingir sua reputação e afirma que as normas em vigor e laudos técnicos tem confirmado a ausência de responsabilidade da empresa sobre os ocorridos.

Na contra-argumentação as vítimas que acusam a empresa apresentaram inúmeros casos em que pessoas morreram ou se feriram gravemente quando a pistola disparou acidentalmente ou quando sofreram queda. Em pesquisa rápida na internet é possível ainda encontrar diversos vídeos atestando os problemas e falhas apresentadas.

Abaixo, matéria do Brasil Urgente da Band onde o deputado apresenta documentos EXCLUSIVOS E INÉDITOS da Taurus, que mostram que há necessidade de recall nas armas.


Compartilhar no WhatsApp