terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Jean Wyllys propõe licença maternidade para "MÃES" que realizarem abortos

O ex BBB e deputado federal Jean Willys, apresentou nesta terça-feira dois projetos de lei. Um dos projetos pretende legalizar o aborto, e o segundo projeto prevê o direito a licença maternidade para mulheres que realizarem o procedimento do aborto.


“CAMISINHA TEM UM SABOR MUITO RUIM E OS CONTRACEPTIVOS VIA ORAL CAUSAM DORES DE CABEÇA, DIZEM OS ESPECIALISTAS. AS MULHERES DEVEM TER O DIREITO LEGAL DE INTERROMPER A GRAVIDEZ A QUALQUER MOMENTO, DEFENDEU O DEPUTADO. PORÉM, O ABORTO NÃO DEVE SER VISTO COMO INSTRUMENTO ANTICONTRACEPTIVO, E SIM COMO DIREITO DA MULHER A TER CONTROLE SOBRE O QUE CRESCE EM SEU CORPO, SEJA CABELO, PELOS OU CRIANÇAS”, COMPLETA.
Jean Wyllys também informou que este projeto quer acabar com a morte de milhões de mulheres inocentes que morrem devido ao aborto. O projeto de lei também inclui um kit aborto, uma espécie de boas vindas ao sistema SUS, no qual a mulher que der entrada para a realização do aborto automaticamente garante seis meses de licença maternidade, a ser pago integralmente pelos empregadores.
“ESSA MEDIDA VAI AUMENTAR A CONTRATAÇÃO DE MULHERES NO MERCADO DE TRABALHO”, DECLARA WYLLYS, “UMA VEZ QUE A MULHER DE LICENÇA TERÁ QUE SER SUBSTITUÍDA POR OUTRA AINDA NÃO GRÁVIDA”.
O deputado também sugeriu que no Kit Aborto a mulher receba um cartão do Bolsa-Família. Segundo o deputado, é uma tentativa de acabar com essa discriminação contra pessoas que não tem família para sustentar.



Noticia compartilhada. Link original: www.colegioeleitoral.com/2017/01/jean-wyllys-propoe-licenca-maternidade_29.html#sthash.vgqzelSN.dpuf

Deixe seu Comentário