quinta-feira, 16 de julho de 2015

Saiba como ter um bom planejamento financeiro familiar para não passar sufoco 1451

A falta de um bom planejamento financeiro familiar pode ser o grande motivo que pessoas não estão conseguindo ter aquele dinheirinho extra no fim de mês, que pode servir para diversos fins, como a realização de uma viagem nas férias. Você sabe de que maneira pode se organizar melhor para não passar sufoco ou acumular dívidas?



Procure e Anote e tenha controle sobre onde o seu dinheiro tem sido investido, o que inclui as compras de mercado, a conta de luz e de água, a mensalidade da escola das crianças e, enfim, todos os gastos que a família tem. Sem que haja esse controle, é impossível saber onde está o erro ou em qual parte o seu dinheiro tem sido investido sem retorno. Ou seja, não haverá como identificar a falha.

Entre os principais conselhos que os analistas financeiros propõem para que haja um planejamento financeiro familiar adequado à sua renda, está a organização. Dessa forma, é de extrema importância que você tenha controle sobre os gastos da família toda. Você tem anotado tudo o que tem desembolsado? Se a resposta é não, então, esse é o primeiro passo.


Sobretudo, o planejamento financeiro familiar tem de incluir aquela quantia extra de dinheiro, reservada para as situações inesperadas, como um internamento hospitalar ou conserto de um automóvel, por exemplo. Assim sendo, reserve sempre uma parte da renda mensal para as “surpresas” que, em uma família, sempre ocorrerão. Essa ainda é a melhor forma de evitar o acúmulo de dívidas e o “sufoco” com as contas que parecem surgir do nada.

Para ter um planejamento financeiro familiar eficiente, entretanto, não adianta anotar tudo e não analisar os seus gastos. Ao encerrar o mês, identifique onde está indo o seu dinheiro e em quais setores vocês podem gastar menos. Repare os excessos e aprenda a poupar dinheiro deixando de gastar com coisas desnecessárias e maus hábitos. Você vai perceber a diferença.

É importante, também, que não apenas você seja o responsável pelo planejamento financeiro da família. Peça o auxílio da família toda e abra o jogo: é preciso gastar menos e todos devem ser envolvidos nessa atividade.
Boa sorte!

Deixe seu Comentário